sexta-feira, 3 de julho de 2009

Posse

Decorar poemas é como catar conchinhas: as pessoas tentam de todas as formas se apossar de uma beleza sublime que não é sua nem pode vir de si, só para poder admirá-la quando lhes apraz e mostrá-la a quem possa interessar com ar de dono.




Obs.: O Banquinho está no jornal! O artigo sobre o novo ENEM está na edição 37 do Valença em Questão, que saiu na quinta feira. A edição está especialmente voltada para a Educação, e está disponível para baixar no blog do VQ (http://blogdovq.blogspot.com/).

5 comentários:

FERNANDO disse...

Degustar poemas é como fazer sexo suave, sem pressa e buscando resposta que sabe será alcançará. Parabéns pelo jornal, Laila.

Marcus "OROCHI" disse...

Decorar poemas é uma coisa que já desisti de fazer, não consigo mesmo, guardo apenas uns pequenos trechos que me chamam mais a atenção.

E meus parabéns pela publicação no jornal! ^^

Antônia Burke disse...

Parabéns, Laila!

Fábio Melo disse...

Parabéns pela publicação no jornal Laila!

DT Diniz disse...

Parabéns pela citação no Valença em Questão. Achei perfeita a colocação sobre a beleza que cada um busca...